quinta-feira, 26 de agosto de 2010

IDEAL E REALIDADE


Quando nascemos ou mesmo quando ainda estamos na barriga de nossas mães,começamos a receber nossos primeiros "papéis",posso citar alguns: "Esse menino vai ser muito inteligente"..."Essa menina vai ser muito tranquila assim como a mamãe"... ‘Ele vai gostar de música assim como o papai"...e assim vamos recebendo nossos "papéis" por boa parte da vida... "Essa menina vai ser  muito levada"..."Esse menino é muito frágil ,inseguro"... "Ela não vai se casar, ela nasceu foi para brilhar profissionalmente"..."Esse vai acabar na sarjeta já o irmão é um trabalhador"... "Esse é muito comunicativo é igual ao avô"..."Essa é muito agitada,briga com todo mundo,tem atitudes estranhas nem parece que é dessa família" ....Podia ficar aqui horas citando vários exemplos de papéis.
O IDEAL é o que os outros esperam ,querem que eu faça e a REALIDADE é o que sou o que quero verdadeiramente.
No livro Revisando o passado para construir o futuro de Teresa Robles a autora escreve:”Como se tivessemos duas partes uma é a tradicional que adquirimos através dos nossos padrões familiares,sociais,culturais e a outra é o resultado de seus sonhos,projetos,é a parte que luta para sair dos papéis familiares,sociais,culturais, que tenta se livrar dos disfarces que lhe impuseram".
Ou carregamos os papéis que nossos pais,familiares nos deram e deixamos de ser nós mesmos ou buscamos fazer uma mudança, a psicoterapia pode e deve nos orientar a buscar esse novo caminho.
É fundamental questionar,rever esses papéis perguntando para si mesmo :Quem sou eu? O que quero verdadeiramente?.
Luciana Penido
imagem:Pedro Lacerda-Le monsieur

6 comentários:

Carla Alves disse...

Saudade desse cantinho...
Amo você sabia?

Beijokas!!!

by Carla

**Psycopathy** disse...

Oie Lu, tudo bem?
como andam os preparativos pra o casamento e a casa nova?
Bjão

**Psycopathy** disse...

Oie Lu!
Como andam os preparativos pro casamento e casa nova?
Bjão

Marga Bombons Chocolates Artesanais disse...

OI,LU! Qto tempo! rs
ADorei o texto!
Quero tentar não abandonar mais o blog! rsrsr
BJS

Eloá Marques disse...

Lú, saudades lindona!
Pelo visto nós duas temos andado sumidinhas,né? Estou retornando agora e espero econtrá-la sempre por aqui com seus lindos posts.
Beijinhos :)******
Eloá Marques

Carmen Eugenio disse...

É quase uma escravidão esses palpites da família, esses 'achismos' que nos confundem e geralmente nos atrapalham a definir um foco.
Adorei querida!
Beijos!